Visualizações

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Gladiador


(Lucilla)
  • Tomas Arana (Quintus)
  • Spencer Treat Clark (Lucius)
  • Derek Jacobi (Gracchus)
  • Chris Tell (Escrivão)
  • Ralph Moeller (Víbius)
  • Oliver Reed (Proximo)

Gladiador 2010-05-22 Francisco 
Título original: (Gladiator)
Lançamento: 2000 (EUA)
Direção: Ridley Scott
Atores: Russell CroweJoaquin PhoenixRichard HarrisDjimon Hounson.
Duração: 155 min
Gênero: Épico
Status: Arquivado  

Ficha Técnica

título original:Gladiator
gênero:Épico
duração:2 hr 35 min
ano de lançamento: 2000
site oficial: http://www.gladiator-thefilm.com
estúdio: Universal Pictures / DreamWorks SKG
distribuidora: DreamWorks Distribution L.L.C. / Universal Pictures
direção: Ridley Scott
roteiro: David H. Franzoni, John Logan e William Nicholson
produção: David H. Franzoni, Steven Spielberg e Douglas Wick
música: Hans Zimmer
fotografia: John Mathieson
direção de arte: David Allday, Benjamín Fernández e John King
figurino: Janty Yates
edição: Pietro Scalia
efeitos especiais:Mill Film

 

0 comentários:


Postar um comentário



terça-feira, 23 de agosto de 2011

Ganhar dinheiro fácil


PtCS
Tudo na vida é muito difícil é uma batalha que temos que enfrentar diariamente para ter um pouco de conforto e dignidade. Não acredite em nada que te prometa retornos muito rápidos  , porque isso não existe. Promessas de ganhos  fáceis existem em todos os lugares, tem cursos que cobram caro por suas aulas com promessas furadas de garantir um emprego no final ou mesmo um estágio que nunca vem. Entretanto  a campeã de enganação é a internet . Alguns Ptcs  prometem valores altos para você ficar clicando em anúncios você acredita ¿mentira cuidado para não perder o seu tempo em vez de procurar emprego. Existem até uns que você tem que pagar primeiro uma ativação  ou seja A metade do que ganhou e aguardar 30 dias e aí vai cair nessa¿ E nem sei se paga não tive coragem de arriscar. Os únicos que pagam certinho são aqueles que pagam  um centavo de dólar por clique. Você vai demorar um ano para pegar uma merreca e tem uns que você nem pode sacar se não fizer um upgrade, ou seja, começar a pagar por mês para clicar com a promessa de ganhar mais e ter direito a mais anúncios. Esses você pode comprar umas publicidades para  seu site, mas aí é se o seu endereço funcionar quando as pessoas clicarem  através do site deles já comprei 100 visitas para o meu blog e quando clicava  dava página não encontrada ,então perdi meu vinte reais. E estranho que eu digitava o mesmo endereço no google e entrava antes de terminar a digitação mais naquele bendito site que eu estava pagando ficava fora do ar. Sem falar de alguns programas de como ficar milionário e coisa e tal que é mais ou menos como aquela brincadeira eu te peguei e agora não conta pra ninguém e pega outro otário.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Zezé di Camargo e Luciano

Zezé di Camargo e Luciano
Opinião
A música na hora H do Zezé di Camargo e  Luciano , composição de Bruno e Felipe é muito bonita. Eu particularmente gosto muito, tenho em casa e ouço sempre. Entretanto não consigo entender o título na hora H, porquê?
Imagine só uma mulher que liga para a rádio para oferecer a música para um rapaz  a música “na hora H”  o carinha já diz hum,hum na hora h né?.
Com tantas palavras bonitas  que a música tem podia ser “Eu preciso dizer”  sei lá .
Alguém vai falar mais a música é tão antiga já fez tanto sucesso e, porque falar agora  do nome.
Primeiro que antes eu não tinha um blog e depois esse é um toque para os títulos nada a ver que tem por aí.
E só lembrando que falarei de outras músicas de agora em diante aguardem uma opinião minha.
Aí vai a letra da música olha que show!
Na Hora H
Zezé Di Camargo e Luciano
Composição: Bruno / Felipe
Eu preciso te dizer que ainda te quero
Que preciso, que te espero
Não consigo nem dormir
Pois a cada sonho eu sinto a sua volta
Ouço até bater a porta e vou correndo te encontrar
Eu preciso te dizer de tudo um pouco
Do ciúme, do sufoco e da solidão em mim
Eu viajo nas lembranças dos seus beijos
Sinto na pele o desejo do seu toque doce em mim
Eu quero sentir o sabor da sua boca me morder
Sentir seu corpo estremecer num gemido meu
Eu quero sentir sua mão, tocar meu corpo, me apertar
Ouvir você na hora h dizer que sou seu
Eu preciso te dizer de tudo um pouco
Do ciúme, do sufoco e da solidão em mim
Eu viajo nas lembranças dos seus beijos
Sinto na pele o desejo do seu toque doce em mim
Eu quero sentir o sabor da sua boca me morder
Sentir seu corpo estremecer num gemido meu
Eu quero sentir sua mão, tocar meu corpo, me apertar.
Ouvir você na hora h dizer que sou seu
Dizer que sou seu
Dizer que sou seuZezé di Camargo e Luciano

domingo, 21 de agosto de 2011

A comunicação com os Bebês


A explosão da linguagem

Antes mesmo de falar, as crianças já se comunicam
com os pais por meio de olhares, gestos e sorrisos
Por que as meninas andam, falam e aprendem antes dos meninos?
Não há conclusões definitivas, mas suspeita-se que sejam fatores hormonais que variam com o sexo. O desenvolvimento tende a se igualar na pré-adolescência
Não importa que seja em português, inglês, árabe ou japonês. O processo de desenvolvimento da linguagem nas crianças é invariavelmente o mesmo. Sempre a mesma impressionante viagem rumo ao conhecimento. Uma viagem que começa desde os primeiros minutos de vida do ser humano. Recém-nascidos com apenas 4 dias de idade conseguem distinguir os sons de uma língua dos sons de outra. Bebês brasileiros mamam melhor quando ouvem alguém falando português do que falando espanhol. E os espanhóis fazem o oposto. É assim no mundo todo, em todas as cerca de 10.000 línguas existentes no mundo. A aquisição de vocabulário de uma criança está diretamente ligada ao quanto a mãe fala com ela. Com 1 ano e 8 meses, filhos de mães que conversam bastante em casa falam 130 palavras a mais do que outros na sua idade. Com 2 anos, a diferença é de quase 300 palavras. Mães que usam sentenças complexas, não se restringindo só ao bi-bi e au-au, têm filhos que também falam de forma mais complexa.
Como a criança só será capaz de dizer o primeiro "mamãe" ou "papai" perto dos 12 meses de vida, até conseguir isso ela se vira muito bem com uma grande ferramenta que tem para expressar ao mundo o que sente ou quer: seu corpo. Usa o que os estudiosos chamam de linguagem não-verbal. Observe. Toda vez que seu bebê chora, dá um sorriso, faz uma expressão facial, emite sons, se balança dentro do berço ou vira a cabeça para o lado, ele está se comunicando. Está conseguindo, com eficiência, dizer algo que, nessa fase, é demonstrar prazer ou desprazer. "Essa é a fase em que o corpo fala", diz a psicóloga Maria Martha Hübner, da Universidade Mackenzie, em São Paulo. O que a criança pequena faz é operar com o princípio do "tudo ao mesmo tempo, agora".
Como num sistema multimídia, em que som, imagem e movimento facilitam a compreensão, ela usa todos os órgãos dos sentidos para receber e mandar mensagens. "O bebê vive e expressa a emoção no próprio corpo. Se ele sente um desprazer, o choro é a forma de dizer isso", explica a psicóloga paulista Ceres Alves de Araujo. Por meio do olhar da mãe, da entonação de voz, da expressão facial, das pausas na fala do adulto, ele entende as coisas à sua volta. Os órgãos do sentido funcionam como um radar. "O bebê não entende o conceito da frase falada, mas sabe o que está por trás disso", diz Ceres. Ele percebe a diferença de ser chamado com uma voz suave ou ríspida, ser pego no berço de modo carinhoso ou apressado, ou ter a fralda trocada por alguém com cara amarrada ou sorriso aberto. Em resposta, a criança usa recursos corporais como sorrir, franzir o cenho, mexer as mãos ou até abrir um berreiro.
 Veja a reportagem completa no site abaixo:

Paella


INGREDIENTES:
200 gramas de camarão pequeno
100 gramas de lagosta com casca
100 gramas de mexilhão
100 gramas de polvo picado
100 gramas de lula em anéis
6 colheres (sopa) de azeite Gallo
2 colheres (café) de alho
5 xícaras de água
2 e 1/2 xícaras de Arroz Célia parboilizado
1 cebola pequena branca picada
1 cebola pequena roxa picada
100 gramas de vagem picado
100 gramas de ervilha em grão
1/2 pimentão vermelho
1/2 pimentão verde
1/2 pimentão amarelo
1 maço pequeno (50 gramas) de salsinha e cebolinha verde picadas
1 colher de café de pó de açafrão
Sal e pimenta a gosto
MODO DE PREPARO:
Fritar o alho no azeite até ele ficar dourado. Em seguida, colocar todos os frutos do mar já pré-cozidos e refogá-los. Acrescentar a água, o arroz e o pó de açafrão. Quando a água ferver, acrescentar as cebolas, a vagem, a ervilha e os pimentões. Somente depois que desligar o fogo, adicionar a salsinha e a cebolinha verde picadas. Decorar o prato com casquinha de mexilhão, camarão, lagosta, perninha de polvo, salsinha e cebolinha. Bom apetite!

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

O que as mulheres querem dos homens


Banco de Imagem - romanticos, pares, 
par, queda, estilo 
vida, amor, relaxe. 
fotosearch - busca 
de fotos, imagens 
e clipart
O QUE AS MULHERES QUEREM DO HOMEM Mas afinal, o que querem as mulheres de um homem? O que nós queremos? Em primeiro lugar, que ele nos ame muito; muito, mas não exageradamente. Que nos entenda, que nos ouça sempre com muita atenção, mesmo que não esteja muito interessado no que estamos falando (mas fingindo estar). Não, ele não precisa nos trazer flores; mas deve estar sempre nos procurando, fazendo um carinho no nosso ombro, pousando (apenas pousando) a mão na nossa coxa por debaixo da mesa ou quando estiver dirigindo o carro, coisa de quem se sabe dono absoluto do nosso coração (e do nosso corpo); só faz isso um homem seguro, que é o que todas queremos. Por outro lado, é preciso que ele nos solicite muito, pergunte que gravata deve usar, se gostamos da água-de-colônia nova, que carro deve comprar, mesmo que acabe fazendo o que quer, sem dar a mínima para nossa opinião. Mas também é preciso que às vezes fique quieto, calado, para nos deixar bem inquietas, imaginando no que será que ele está pensando. Mulher não pode nunca se sentir nem muito segura nem muito insegura: tem que ser no ponto certo. O ponto certo, essa é a questão. Para isso é preciso sensibilidade, coisa fundamental no homem que se ama. Sensibilidade para sentir quando estamos precisando de um carinho, de um amasso ou de ficar em silêncio. E ser capaz de, na hora de uma briga, dizer vem cá, sua boba", e a gente se aninhar nos braços dele esquecendo de tudo que estava falando. Ah, como é bom um homem assim. Não é preciso que ajude a lavar os pratos nem a arrumar a cozinha, essas bobagens a gente faz com o maior prazer quando ama. Mas a cada cinco minutos pode perguntar, enquanto assiste o futebol (sem tirar os olhos da TV), se ainda vai demorar muito essa arrumação, pedir para você levar uma cerveja e dizer "vem sentar do meu lado para ver o jogo". Esse jogo não nos interessa nem um pouco, mas saber que ele precisa de nós num momento tão crucial é tudo de que precisamos para ser felizes. E quando o time dele fizer um gol e ele comemorar te abraçando e beijando muito, seja solidária e mostre-se tão feliz como se tivesse acabado de ganhar o mais lindo vestido da última coleção de Valentino. Não basta ser mulher: tem que participar. A hora de ir para a cama é muito importante: mesmo que ele esteja estudando um processo ou lendo uma revista em quadrinhos, é fundamental que ponha a perna em cima da sua, para que você sinta que, aconteça o que acontecer, ele estará sempre ligado em você. E um homem que quer ser amado sobre todas as coisas não pode jamais, mas jamais, depois de apagar a luz do abajur, se virar de costas para dormir; isso é crime que nenhuma mulher perdoa. E quando, já no escuro, ele faz um carinho na sua cabeça e se encaixa - não há mulher que resista a um homem que sabe se encaixar bem -, aí é que você sente a felicidade total e pensa que é aquele homem, aquele e nenhum outro, que pode fazê-la feliz. É só isso que queremos dos homens. Não é pedir muito, é?


Fonte: http://pt.shvoong.com/humanities/1731427-que-mulheres-querem-homem/#ixzz1VUbFdRXB

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Receita de panqueca

  • Ingredientes;

  • Massa:
  • • manteiga para untar a frigideira
  • • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • • 1 colher (chá) de sal
  • • 1 colher (sopa) de manteiga sem sal
  • • 3 xícaras (chá) de leite integral
  • • 2 ovos
  • Molho:
  • • 1 colher (sopa) de extrato de tomate
  • • 1 xícara (chá) de caldo de carne
  • • 800 g de tomates maduros pelados sem sementes e picados
  • • 1 cebola média picada
  • • 2 dentes de alho amassados
  • • 1 colher (sopa) de manteiga sem sal
  • • 2 colheres (sopa) de salsa e cebolinha verde picadas
    • • pimenta-do-reino a gosto
    • • sal a gosto
    • • 1 pitada de açúcar
    • Recheio:
    • • 10 azeitonas verdes sem caroço e picadas
    • • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
    • • ½ xícara (chá) de leite integral
    • • 2 colheres (sopa) de pimentão picado
    • • 2 tomates médios sem sementes e picados
    • • 500 g de carne de boi moída (patinho ou coxão mole)
    • • 1 cebola média picada
    • • 2 dentes de alho amassados
    • • 2 colheres (sopa) de manteiga sem sal
    • • ½ xícara (chá) de azeitonas picadas
    • Massa: Coloque os ingredientes da massa no liquidificador e bata até formar uma mistura homogênea. Deixe descansar por 30 minutos.

      Panquecas: Unte levemente com manteiga uma frigideira de 13 cm de diâmetro. Leve ao fogo para aquecer. Coloque 3 colheres (sopa) da massa preparada e deixe cozinhar até que se desprenda do fundo. Vire com cuidado a panqueca e deixe dourar o outro lado. Repita a operação até terminar a massa. Reserve.

      Recheio: Leve ao fogo a manteiga, o alho e a cebola até dourar levemente. Junte a carne e mexa até ficar bem solta. Acrescente os tomates e o pimentão e tempere com sal e pimenta. Cozinhe até amaciar a carne. Se for preciso, acrescente um pouco de água. Misture o leite e a farinha até dissolver. Junte à carne e mexa. Tire do fogo e acrescente as azeitonas.
      Distribua o recheio nas panquecas e enrole cada uma formando um canudo. Ponha as panquecas num refratário untado com manteiga. Aqueça o forno à temperatura média (180ºC).

      Molho: Leve a manteiga, o alho e a cebola ao fogo. Junte os tomates, o caldo, o extrato, tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar em fogo brando até obter um molho denso. Coloque a salsa e a cebolinha verde. Espalhe o molho sobre as panquecas. Leve ao forno pré-aquecido por mais ou menos 5 minutos. Sirva em seguida, acompanhadas de uma salada fresca.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Resumo O monge e o Executivo


o monge e o executivo
O livro o Monge e o executivo  é um livro escrito por James C. Hunter sobre a essência da liderança e narra a história de John Daily, um executivo bem sucedido, técnico voluntário de um time de beisebol, casado  há dezoito anos com Rachel, psicóloga, pai de dois filhos John e Sara. Desde o início de sua vida John era  perseguido por um nome: “Simeão”. Ele não compreendia porque, sempre ao longe dos anos, tinha o mesmo sonho que lhe transmitia a mesma mensagem: “Ache Simeão e ouça-o!”.
Depois que acontece o movimento sindical em sua fábrica de vidro plano com mais de quinhentos funcionários, as reclamações de sua esposa e a desobediência  de seus filhos, John começa a ver que nem tudo estava como planejara. Diante disso sua esposa sugere que ele vá se aconselhar com o pastor de sua igreja, que o indica a participar de um retiro num pequeno e relativamente desconhecido mosteiro cristão chamado João da Cruz, localizado perto do lago Michigan, que abrigava de trinta a quarenta frades. Um deles era Leonard Hoffman, famoso empresário estadunidense que abandonara o mundo dos negócios para se tornar monge, em busca de um novo sentido para sua vida  isso, chama muita atenção de John. Ele decide aceitar a sugestão do pastor e de sua esposa. Ao chegar ao local, John Daily informa-se das regras locais para os sete dias de permanência. Lembra-se de perguntar por Leonard Hoffman, quer conhecê-lo, conversar sobre vários assuntos. Descobre que, ali, Hoffman tem um nome diferente: Simeão, nome que o tem acompanhado, aparentemente por estranha coincidência durante toda a sua vida.
Nas palestras, Simeão apresenta-se ao grupo e começa a falar sobre os princípios de liderança, e explicar a diferença entre  autoridade e poder. Realça a importância da realização de uma tarefa com a construção saudável de relacionamentos. Enfatiza os paradigmas e mostra a importância de se os desafiar continuamente, em relação a si, aos demais, ao mundo. Ensina sobre o amor, para com as pessoas e as coisas. A paciência mostra autocontrole em face da adversidade.  Defende que a base da liderança não é o poder e sim a autoridade  conquistada com amor. Após todas as palestras, John percebe o quanto haveria de mudar pelas informações que recebera e mostra expectativa de aplicar os princípios ao voltar para casa.
John pensou em suas responsabilidades como pai, marido, chefe, e na relação entre poder e autoridade que vinha exercendo sobre essas responsabilidades sentiu-se deprimido. Essa passagem do texto mostra o quanto o ser humano não presta atenção em sua vida, às vezes se prende a uma teoria e torna-se cego e não consegue enxergar  todas as possibilidades de se resolver um problema, tudo depende da estratégia que vai ser usada. Porém, para os fracos é muito difícil buscar alternativas e se entregam ao desespero de que tudo está perdido.
O livro defende a ideia de que líder não é aquele que manda e sim aquele que primeiro sabe servir para depois ser servido. Como o maior exemplo de todos os séculos “Jesus Cristo” quando lavou os pés dos seus discípulos, mostrando que primeiro se respeita depois será respeitado, por isso ele é até hoje o maior líder de todos os tempos.

Google+ Followers

Seguidores